Categorias de navegação

Plásticas

em Olhar apurado, Plásticas
01 maio, 2016

Juan Francisco Casas só precisa de uma BIC

O espanhol Juan Francisco Casas elevou o nível da arte com poucos recursos a um outro patamar. Sim… Ele faz desenhos impressionantemente realistas usando apenas uma… CANETA BIC. Sim. Ele se formou na Belas Artes de Granada, na Espanha e já morou na Alemanha, na França e no Reino Unido e já expôs sua arte em dezenas de países do mundo todo… Com uma vasta experiência acadêmica como aluno e professor, Casas tem um currículo extenso de exposições colaborativas e solo, palestras, workshops, publicações e etc.

JPC 01

Juan_Francisco_Casas_08

JFC 02

Essas duas obras foram feitas utilizando óleo sobre tela e estavam na última edição da SP-Arte

JFC 05

JFC 06

Juan Francisco Casas clicado por Ed Sanca

Juan Francisco Casas clicado por Ed Sanca

JFC 0

Gente… Uma caneta BIC. É quase inacreditável!

FacebookGoogle+Pinterest
em Olhar apurado, Plásticas
29 abr, 2016

A arte moderna simplificada

Achei esse vídeo por acaso enquanto passeava pela internet e AMEI! Deviam incluir nas aulas de história da arte, vou dividir com vocês e depois falar um pouco de cada movimento que o vídeo explorou pra vocês verem quão genial é a pessoa que fez essa animação super didática de um assunto às vezes tão confuso pras pessoas…

Impressionismo

  • Ênfase nos temas da natureza, principalmente paisagens;
  • Uso de técnicas de pintura que valorizam a luz natural;
  • Valorização da decomposição das cores;
  • Pinceladas soltas buscando os movimentos da cena retratada;
  • Uso de efeitos de sombras coloridas e luminosas.
Obra impressionista: Claude Monet - Sunrise

Impressionismo: Claude Monet – Sunrise

Pontilhismo 

O pontilhismo é uma técnica de pintura que consiste em usar pontos coloridos próximos uns dos outros e sem espaços em branco. A técnica foi denominada um movimento artístico por muitos historiadores e começou no início do século XX, fortemente influenciada pelo impressionismo.

Pontilhismo: George Seurat - Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte

Pontilhismo: George Seurat – Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte

Art Nouveau

Nasceu na França em 1980 e ultrapassou a barreira da pintura, influenciando a arquitetura, o design e a arte de móveis. Características:

  • Utilização de materiais como, por exemplo, vidro, madeira e cimento.
  • Relação com a produção industrial em série.
  • Uso dos conhecimentos físicos e matemáticos.
  • Valorização da lógica e do conhecimento racional.
  • No âmbito social, a art nouveau está muito ligada ao desenvolvimento da burguesia industrial.
  • Oposição ao movimento romântico e à valorização das expressões sentimentais nas artes.
  • Busca da massificação das artes plásticas através da valorização dos processos industriais.
  • Valorização de temas ligados à natureza (plantas, flores, árvores e animais), retratados com linhas em movimento, dando valor às formas.
  • A figura feminina (imagens de mulheres) é muito retratada nas pinturas e ilustrações. – Uso de arabescos em ilustrações.
  • Uso de cores com tonalidades frias nas pinturas.
Art Nouveau: Klimt - A Árvore da Vida

Art Nouveau: Klimt – A Árvore da Vida

Fauvismo

Esse movimento também nasceu da França e a origem é a palavra francesa fauves que singnifica feras, tem características expressionistas e também:

  • Uso de cores intensas (rojo, verde, amarelo, azul e vermelho);
  • Busca de estabelecer harmonia, tranqüilidade, pureza e equilíbrio nas obras de arte;
  • Uso de formatos planos, grandes, simples e com traços largos;
  • Intenção de demonstrar sentimentos nas obras;
  • Temas preferidos: cenas urbanas e rurais, retratos, ambientes internos, nus e cenas ao ar livre.
Fauvismo: Henri Matisse - A Dança

Fauvismo: Henri Matisse – A Dança

Expressionismo

Nasceu na Alemanha, enquanto o mundo enfrentava a guerra. As artes desse período/movimento, mostram críticas sociais, políticas e estados psicológicos bem definidos.

Expressionismo: Munch - O Grito

Expressionismo: Munch – O Grito

Cubismo

Nasceu em 1907 na França. Cor moderada e formas predominantemente geométricas e desestruturadas. Além de apreciar a obra, era preciso decifrar.

Cubismo: Pablo Picasso - Still Life with mandolin and Guitar

Cubismo: Pablo Picasso – Still Life with mandolin and Guitar

Futurismo

Nasceu em 1907 na Itália e tem como principais características:

  • Desvalorização da tradição e do moralismo;
  • Valorização do desenvolvimento industrial e tecnológico;
  • Defesa de uma ligação entre as artes plásticas e o mundo moderno;
  • Propaganda como principal forma de comunicação;
  • Pinturas com uso de cores vivas e contrastes.
  • Sobreposição de imagens, traços e pequenas deformações para passar a ideia de movimento e dinamismo;
Futurismo: Umberto Boccioni - Simultaneous Visions

Futurismo: Umberto Boccioni – Simultaneous Visions

De Stijl 

Também conhecido como Neoplasticismo, esse movimento influenciou a pintura e a arquitetura. Além de movimento artístico, é considerado uma teoria da arte. Seu período foi entre 1917 e 1920 e suas principais características foram:

  • Arte Abstrata.
  • Valorização das formas geométricas.
  • Uso de linhas horizontais e verticais. As linhas oblíquas e curvas não são utilizadas nas obras do Neoplasticismo.
  • Ênfase no uso de cores puras: vermelho, amarelo e azul.
  • Busca de senso de equilíbrio e harmonia.
De Stijl: Piet Mondrian -Composição com grade I

De Stijl: Piet Mondrian -Composição com grade I

Construtivismo 

Surgido na Rússia depois da Revolução Soviética, a arte era encarada não tanto como representação e mais como construção, o que aproximou arte e arquitetura. O movimento começou derivado da colagem e evoluiu para esculturas tridimensionais que usavam muito ferro, vidro, madeira e aço. Esse foi um dos primeiros movimentos que influenciaram muito o design gráfico. A primeira vez que o termo foi usado na arte, foi em 1917 por Malevich pra descrever o trabalho do russo Aleksandr Rodchenko.

Construtivismo: Aleksandr Rodchenko

Construtivismo: Aleksandr Rodchenko

Surrealismo

Em 1920, mais um movimento com origem na França. Esse movimento foi fortemente influenciado pelas teses psicanalíticas de Freud e exploram o inconsciente humano. O movimento marcou a libertação da mente da lógica imposta e dos padrões comportamentais e morais estabelecidos pela sociedade.

Surrealismo: Dali - A Persistência da Memória

Surrealismo: Dali – A Persistência da Memória

Expressionismo abstrato

Foi o primeiro movimento americano a ter influência mundial e que inseriu NY no centro do mundo artístico, lugar ocupado por Paris por décadas. O termo foi usado pela primeira vez em 1952 e esse movimento mistura a intensidade emocional do expressionismo e a estética de escolas abstratas da Europa como futurismo, Bauhaus e cubismo estético.

Expressionismo abstrato: Jackson Pollock - Blue Poles

Expressionismo abstrato: Jackson Pollock – Blue Poles

Pop-Art 

Na década de 1950, esse movimento foi desenvolvido entre a Inglaterra e os Estados Unidos. Foi uma reação artística ao movimento do expressionismo abstrato. No pop-art, a inspiração era a cultura de massas e a abordagem era irônica ao se referir à vida consumista, latas de refrigerante, alimentos populares, histórias em quadrinho e ídolos pop.  Cores fortes eram a grande característica e muitas vezes técnicas de colagem eram utilizadas.

Pop-art: Andy Warhol - Marilyn Monroe

Pop-art: Andy Warhol – Marilyn Monroe

Minimalismo

Nascido nos EUA na década de 60, o movimento tem como características:

  • Elaboração de obras (pinturas, esculturas, músicas, peças de teatro) com a utilização do mínimo de recursos;
  • Utilização de poucas cores nas pinturas;
  • Nas artes plásticas, destaque para o uso de formas geométricas com repetições simétricas;
  • Criação de músicas com poucas notas musicais, valorizando a repetição sonora.
Minimalismo: Sol Lewitt - Wall Structure Blue

Minimalismo: Sol Lewitt – Wall Structure Blue

Arte Conceptual

A arte conceptual (ou conceitual) foi uma manifestação presente nas décadas de 60 e 70 e o nome já diz muito. Nessa arte, o conceito é mais importante que o objeto em si. Por tratar-se de uma teoria muito democrática, é difícil delimitar uma manifestação que seja exclusivamente conceitual. Pode ser uma tela, uma fotografia, um poema ou qualquer outra obra em que o elemento principal seja a ideia e não o objeto. O principal das artes conceituais não é palpável. É comum que artistas conceituais se recusem a fazer arte que sejam encaradas como objetos de luxo, indo contra os primórdios das artes, quando ter obras de arte era sinônimo de status.

Principais características:

  • Valorização do conceito e da ideia da obra de arte, que se tornam mais importantes do que o objeto e sua representação física.
  • Uso de diversos meios como, por exemplo, performances, instalações artísticas, vídeos, textos e fotografias.
  • Forte desenvolvimento da arte ambiental, arte postal e grafite (principalmente em área públicas).
  • Ideal de volta do figurativismo (arte figurativa), valorizando a forma humana, elementos da natureza e objetos criados pelo homem.
  • Rompimento com o formalismo artístico.
Arte Conceptual: Joseph Kosuth - Uma e três cadeiras

Arte Conceptual: Joseph Kosuth – Uma e três cadeiras

Pós-Moderno

No pós-modernismo a poética precisa ser mais forte que a estética, seguindo a linha da arte conceitual. Tudo pode, mas nem tudo convém. Ainda é um movimento com poucas teorias sólidas, por ser mais recente, mas a arte contemporânea tem como principal característica a poesia, a teoria, o conceito. E as fronteiras entre as linguagens artísticas não são tão rígidas, tudo se confunde…

Espero que tenham curtido esse post tanto quanto eu gostei de fazer…

Bom final de semana!

Principais fontes: Sua Pesquisa | InfoEscola | Wikipedia

FacebookGoogle+Pinterest
em Olhar apurado, Plásticas
21 dez, 2015

As colagens de Prince Lauder

Carlos Guerrero, mais conhecido como Prince Lauder é um artista mexicano, diretor de arte e ilustrador. A arte dele é recheada de conceito e cores e ele mistura pintura, fotografia, colagens e intervenções digitais. O resultado é um trabalho muito característico e inconfundível. Com uma linguagem de moda muito presente e já tendo trabalhado pra marcas como Miu Miu, Chanel, Givenchy e H&M, ele transformou sua obra em algo único. Alguns veículos renomados como Vogue, Marie Claire, Harper’s Bazaar e Elle também estão no seu portfólio. 

PL02

PL01

PL06

Peça do seu trabalho em colab com a Sunglass Hut pro London Fashion Week

Peça do seu trabalho em colab com a Sunglass Hut pro London Fashion Week

PL05

PL04

PL03

Vocês também se sentem inspirados com toda manifestação de arte? Parece que toda vez que faço um post sobre um artista me acende uma luzinha na cabeça e eu quero sair criando também!

FacebookGoogle+Pinterest
em Plásticas
24 set, 2015

Os tons pasteis cheios de graça de Hsiao-Ron Cheng

Hsiao-Ron Cheng é uma ilustradora de 29 anos do Taiwan, sua arte é delicada e dá vontade de olhar por horas… Tons pasteis, flores e olhos expressivos marcam a maioria de suas ilustrações.

Design e ilustração da capa do single "Imaginary Flower" da cantora americana Caro

Design e ilustração da capa do single “Imaginary Flower” da cantora americana Caro

Painel feito em uma chocolateria/café de Sydney

Painel feito em uma chocolateria/café de Sydney

É ou não é de morrer de amores?

 

FacebookGoogle+Pinterest